quinta-feira, abril 17, 2014

Cenas de Amor

O amor não se define por palavras, pois no seu estado absoluto o amor transcende-as e transcende-nos...

É por isso que, dentro das nossas limitações, nunca encontramos as palavras suficientes para o expressar na sua plenitude. No entanto, poderemos senti-lo na sua plenitude, se estivermos na sua sintonia.

...

Um dia dir-te-ei tudo
Num laivo de silêncio
Infinito no teu olhar
No suspenso do teu alento

...

O meu é o teu sorriso
Por  isso estou, para te sorrir
E existir em tudo o que és
Espero apenas porque vens

...

Fartei-me do convencional
Do ideal e do alternativo
Do que me culpa e exige
Do invasor e possessivo

Fartei-me do manipulador
E fartei-me do inseguro
Do que me segura o passo
Para sua segurança

Então fiquei apenas eu
Foi tal acto de heresia
Mas olha, eu sou herége
E no sagrado não te via

Por isso subi mais alto
Acima da ilusão
Pudesse eu, quem sabe
Ver-te com o coração

Sofia Viana Carvalho                      Yoga Spot Amadora     14 de Fevereiro   Dia de São Valentim

quinta-feira, abril 10, 2014

Não te posso contar...


Não te posso contar o quão serás feliz se fizeres da tua vida, a mais bela história de todas. Não por tudo ser belo e maravilhoso, mas por seres tu a tornar tudo mais bonito.
Não te posso contar o quão alegre vais ficar sempre que alguém cozinhar o teu prato favorito. 
Não te posso contar o quão amado te vais sentir quando quem amas te oferece uma flor. 
Não te posso contar o quão frustado vais ficar quando não conseguires ajudar um amigo. 
Não te posso contar a mágoa que fica quando vemos partir alguém que gostamos.
Não te posso contar a nostalgia que irás sentir quando te lembrares dos tempos de escola. 
Não te posso contar a felicidade de veres uma criança a sorrir para ti. 
Não te posso contar o quão quente é o colo dos avós. 
Não te posso contar a segurança que a tua mãe te fará sentir em todos os momentos. 
Não te posso contar a magia que se sente ao soltar gargalhadas com os amigos. 
Não te posso contar o bom que é sentires intimidade com alguém. 
Desculpa não te contar nada disto! Não irias entender. 
Experimenta tu! Deslumbrares-te com a vida e descobrires tudo o que não te posso contar. 
E depois poderei contar-te o quão é bom partilharmos experiências que só podemos contar a quem já as viveu!

Raquel Santos 
  

domingo, janeiro 26, 2014

A Miragem



O meu coração não tem forma
tão pouco se lhe vê o tamanho
ou alguma medida de tempo

e é cada vez uma vez nova
um chapéu sem fundo mas cheio
daquilo que guardamos cá dentro

e de quando em vez de lá surge
nem sei bem de há quanto tempo
num sorriso uma gota de água

numa memória um sentimento
não pelo que serviu de alento
mas pelo que foi só miragem.
Partilhar