terça-feira, abril 10, 2012






















perco-me no presente e esqueço-me de mim,
tento fazer parte do todo, apesar de me sentir à parte.
desconheço se sou feliz, mas sinto-me bem assim.
há uma certa leveza na distancia do passado
e uma saltitante ansiedade na incerteza do futuro...
Partilhar