sexta-feira, setembro 30, 2005

MIDDLE


middle I
middle name
middle of when you are sleeping
middle song
middle way
middle of the funny role we play
middle east
middle west
middle of nowhere to rest
middle moon
middle noon
middle of see you soon :)

Nas Dunas


Nas dunas do lado de lá
do deus desterrado daqui
dormita a deusa que dá
da mão, de dentro e de si.
Aqui, do lado de cá
no tempo de sangue e suor
sedento de tudo o que há
demora-se a guerra e a dor.
Demora por dentro e por fora
o que vem e o que há-de vir
o que se segue, o seguinte e o agora
o saber, o sentido e o sentir.

quinta-feira, setembro 29, 2005

O porquê das coisas



Toda a vida procurei compreender o porquê das coisas, agora que pareço compreender parte delas, assusto-me... Doce ignorância... Dorida consciência!

quarta-feira, setembro 28, 2005

De entre tudo o que dança...



De entre tudo o que dança, o mais bonito é sentir o que não se vê, compreendê-lo sem pensar e conseguir explicá-lo sem falar.

Quem assiste vê, sente e compreende.

sábado, setembro 24, 2005

Estou presa



Nestas noites as horas escasseiam
Acorrentaram-me, não viajo mais.
Quando tento escapar-me, mais estas correntes me enleiam,
Estou presa. Apenas vejo barcos largar o cais.

terça-feira, setembro 20, 2005

A Brisa

Sou a brisa que sopra por entre as arvores
Sou a água que escorre por entre os dedos
Quem me apanha?
Ninguém.

Por trás do véu...

Quem do Sol vem do céu e te vê por trás do véu?
Partilhar